Segundo o Plano Nacional de Energia 2050 – PNE 2050, divulgado pelo Ministério de Minas e Energia, o Brasil pode atingir 132,5 Gigawatts (GW) de capacidade fotovoltaica até o final de 2050.

A estimativa engloba tanto as instalações em grandes usinas como as de projetos de mini e microgeração distribuída, com boas perspectivas para ambos os segmentos.

Na geração centralizada, o PNE projeta uma capacidade instalada de até 90 GW, o que elevaria para 16% a participação da fotovoltaica na matriz elétrica brasileira em 2050.

Hoje, essa participação é de apenas 1,7%, segundo o último levantamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR).

Entre os fatores apontados para a expansão da solar estão mais uma vez os preços competitivos da tecnologia, seu potencial para geração elétrica no país e a sustentabilidade que ela agrega.

A fotovoltaica também continua com cenário favorável no segmento de Geração Distribuída (GD), que deve atingir um máximo de 50 GW ao final dos próximos 30 anos, segundo o PNE.

Desse total, o estudo calcula que mais de 85% seja produzido por painéis fotovoltaicos, o que levaria a capacidade instalada de geração solar distribuída no Brasil para 42,5 GW.

Para a estimativa da GD, os autores afirmam que foi considerada a revisão do mecanismo de compensação do segmento no início da década de 2020, com aplicação de tarifa binômia para os novos entrantes.

Atualmente, o país registra cerca de 408 mil geradores fotovoltaicos conectados à rede elétrica, com uma geração total de pouco mais de 4,8 GW.

Juntas, essas últimas projeções do governo representam um enorme salto da capacidade instalada de energia solar no Brasil, que hoje é de 7,76 GW.

Para quem já atua ou busca atuar no setor, está também é uma ótima perspectiva de novas oportunidades de trabalho e ganhos financeiros.

Com milhares de novas vagas criadas a cada ano, o mercado tem necessidade crescente por novos profissionais formados através de cursos de capacitação técnica.

Assim, crescem também as ofertas de cursos em energia fotovoltaica, que podem ser presenciais ou 100% on-line, para quem prefere estudar com segurança em casa.

A Blue Sol, empresa pioneira no mercado solar brasileiro, é referência em cursos técnicos e responsável pela capacitação de mais de 18 mil profissionais.

Clique no botão abaixo e conheça todas as opções de cursos oferecidas:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *